Fatores associados causam a desnutrição em idosos

A desnutrição é um estado do organismo caracterizado pela deficiência de nutrientes causado por vários fatores como: redução da ingestão, metabolismo acelerado ou maior perda calórica. Alguns indicadores de risco nutricional auxiliam na detecção da desnutrição em idosos:

-Perda de peso involuntária de 5% em um mês, de 7,5% em três meses ou de 10% em seis meses;

-Baixo Peso em relação à altura (inferior a mais de 20% do peso corporal ideal);

-Índice de massa corporal (IMC) menor que 22 kg/m2;

-Albumina sérica abaixo de 3,5%;

-Modificação do estado funcional, alteração da situação de dependente ou independente.

É importante destacar que qualquer perda ponderal, voluntária ou involuntária, está associada à desnutrição e ao aumento da mortalidade em idosos. Isso porque esse tipo de perda aumento do risco de infecção e leva à atrofia da massa muscular, aumentando o risco de quedas e fraturas que por sua vez, leva à desnutrição, prejuízo das atividades de vida diária e, consequentemente, aumento da morbimortalidade. Por isso, os 9 D’s da perda ponderal em idosos devem ser conhecidos para evitar o quadro de desnutrição:

-Demência;

-Depressão;

-Doença (aguda ou crônica);

-Disfagia (dificuldade de deglutir);

-Disgeusia (alteração ou diminuição do paladar);

-Diarreia;

-Drogas;

-Dentição;

-Disfunção (incapacidade funcional).

A desnutrição e seus fatores associados ocasionam grande risco de vida aos idosos, por isso, se recomenda iniciar a terapia nutricional não apenas na vigência de desnutrição, mas assim que se detectar risco nutricional. E o tratamento dietoterápico de tal condição baseia-se em:

-Fracionar a alimentação: se alimentar com pequenas porções de alimentos em intervalos curtos de tempo;

-Aumento do volume de alimentos: através do fracionamento, aumentar a quantidade total de alimentos ingeridos pelo idoso ao longo do dia;

-Aumento da densidade calórica dos alimentos.

Se o idoso se alimenta por via oral para seguir as recomendações, utiliza-se:

-Aumento de gordura mono e poliinsaturada: como azeite de oliva, óleo de canola e margarina;

-Sacarose, mel e cereais.

Em casos de desnutrição e necessidade de correta alimentação do idoso segue indicações de alimentos e como prepará-los:

Mingau: Enriquecer com frutas liquidificadas ou amassadas, gema de ovo pré-cozida ou geleia de frutas.

Vitaminas: Adicionar farináceos a base de cereais integrais, leite em pó e suplementos nutricionais.

Carne: liquidificar e adicionar em purês.

Leguminosas: Amassar com garfo ou passar em peneira fina

Sopas: tipo creme à base de leguminosas e carnes liquidificadas, com adição de azeite ou óleo

E em casos de o idoso não ter indicação para alimentação líquida, deve-se oferecer líquidos espessados:

-Alimentação pastosa: cremes, purê de batata instantâneo, miolo de pão, leite engrossado com farináceos, gelatinas;

-Espessantes comerciais.

A redução da ingestão alimentar, com o avanço do envelhecimento, leva à sarcopenia e aumenta as chances de fragilidade. Para evitar isso é importante que o idoso faça a ingestão adequada de nutrientes, em especial de proteínas para manutenção da massa muscular. A intervenção multidisciplinar promove a diminuição da taxa de declínio em indivíduos frágeis, leva à melhora funcional, qualidade de vida e utilização mais eficiente dos serviços de saúde.

 

Sobre o Instituto Viva Bem

O Instituto Viva Bem é um centro de vivência de idosos. Ele representa um novo conceito em vivência social de idosos e principalmente de qualidade nos cuidados com idosos. Localizado em uma área nobre de Goiânia, disponibiliza aos seus hóspedes serviços de atendimento em consultório, centro-dia, reabilitação, hospedagem temporária e permanente, todos em um único local. Ainda conta com equipe multidisciplinar qualificada e apta para oferecer a seus usuários um atendimento individualizado e profissional.

 

Entre em contato e venha se surpreender!

Contato: (62) 3218-5034

WhatsApp: (62) 99615-2791

E-mail: [email protected]

Endereço: Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás.

Avalie esta postagem
Mostrar mais

Instituto Viva Bem

*Contato: (62) 3218-5034 *WhatsApp: (62) 9615-2791

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar