Causas da incontinência urinária em idosos

A incontinência urinária é a perda involuntária de urina que pode acontecer em qualquer fase da vida, porém é mais comum na terceira idade acometendo de 30% a 60% desta população. Apesar de trazer grandes prejuízos para a qualidade de vida, a incontinência urinária é muitas vezes “escondida” pelos idosos, por vergonha de falar do assunto ou pela crença equivocada de que essa situação é normal do envelhecimento. No idoso as causas mais comuns de incontinência são:

– Enfraquecimento dos músculos da bexiga;

– Menor capacidade da bexiga, aumentando a frequência de urinar;

– Diminuição da visão e da capacidade de se movimentar rapidamente, que dificultam a ida ao banheiro a tempo;

-Enfraquecimento dos músculos pélvicos, no caso das mulheres, geralmente devido a gravidez;

– Aumento da próstata nos homens.

-Presença de doenças associadas como diabetes mellitus, doenças neurológicas, dentre outras;

– Uso de medicamentos diuréticos, entre os mais comuns os anti-hipertensivos.

No entanto, mesmo na ausência doenças o próprio envelhecimento causa alterações no trato urinário inferior, como a redução da força de contração da musculatura, da capacidade vesical e da habilidade de adiar a micção e as contrações involuntárias da musculatura também aumentam com a idade.

O tratamento da incontinência urinária depende do histórico de cada paciente e do tipo de incontinência e da forma de manifestação da doença. Existem casos em que a incontinência pode ser controlada mudando alguns comportamentos, dentre eles:

– Urinar em intervalos regulares, a cada 2 ou 3 horas, para manter a bexiga relativamente vazia;

– Fazer uma leve pressão com as mãos na região abdominal inferior, logo acima da bexiga, para esvaziar completamente a bexiga:

– Episódios de incontinência de urgência podem ser evitados pela micção em intervalos regulares;

– Técnicas de treinamento vesical, que englobam os exercícios da musculatura pélvica, são muito úteis. Fisioterapeutas podem auxiliar na realização desses exercícios, que implicam na contração repetida da musculatura várias vezes ao dia, para desenvolver a resistência e o aprendizado da utilização adequada da musculatura, nas situações que provocam incontinência urinária.

Também existe o tratamento medicamentoso que deve ser controlado e ajustado segundo as necessidades individuais de cada paciente.

A incontinência atinge mais as mulheres e em casos específicos, a paciente idosa que não responde aos tratamentos farmacológicos e não farmacológicos, pode optar pela correção cirúrgica. Para a incontinência por transbordamento nos homens, causada pelo aumento da próstata ou por outra obstrução, a cirurgia também pode ser indicada.

Na impossibilidade de controlar a incontinência urinária com tratamentos específicos ou cirurgias, existem os absorventes e fraldas especialmente adaptadas para incontinência urinária em idosos que os mantém confortáveis e socialmente ativos.

 

 

Sobre o Instituto Viva Bem

O Instituto Viva Bem é um centro de vivência de idosos. Ele representa um novo conceito em vivência social de idosos e principalmente de qualidade nos cuidados com idosos. Localizado em uma área nobre de Goiânia, disponibiliza aos seus hóspedes serviços de atendimento em consultório, centro-dia, reabilitação, hospedagem temporária e permanente, todos em um único local. Ainda conta com equipe multidisciplinar qualificada e apta para oferecer a seus usuários um atendimento individualizado e profissional.

 

Entre em contato e venha se surpreender!

Contato: (62) 3218-5034

WhatsApp: (62) 99615-2791

E-mail: [email protected]

Endereço: Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás.

Avalie esta postagem
Mostrar mais

Instituto Viva Bem

*Contato: (62) 3218-5034 *WhatsApp: (62) 9615-2791

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar