A desnutrição pode comprometer a qualidade de vida dos idosos

A população idosa é particularmente propensa a problemas nutricionais devido a fatores relacionados com as alterações sociais e fisiológicas do envelhecimento, doenças crônicas, uso de várias medicações, problemas na dentição (comprometendo a mastigação e deglutição), depressão e alterações da mobilidade com dependência funcional.

Ao envelhecer o organismo sofre alterações que podem afetar a ingestão e digestão adequada dos alimentos, assim como influenciar nos níveis de absorção de alguns nutrientes essenciais para manter a saúde. A deglutição começa a se tornar lenta após os 45 anos de idade e, a dificuldade de engolir chamada de disfagia pode estar presente por causa de alterações próprias do envelhecimento ou por distúrbios neurológicos, mecânicos e psicológicos. Outros fatores podem contribuir para o desenvolvimento da desnutrição em idosos:

– Diminuição do número de papilas gustativas e da sua eficácia, e também redução de saliva que contribui para a perda de apetite;

– Diminuição da motilidade do trato digestivo, fazendo com que haja uma lentidão do esvaziamento gástrico e, consequentemente, prolongando à saciedade, o que pode comprometer a ingestão de nutrientes e levar à desnutrição;

– Alterações na percepção sensorial e diminuição da sensibilidade à sede que interferem no consumo alimentar, podendo levar até a um quadro de anorexia, que é a principal causa de desnutrição no idoso;

Outro ponto importante a ser observado é a saúde bucal, pois a perda dos dentes e outras doenças da cavidade oral podem causar dor e dificuldade para mastigar e deglutir, estando também associadas com a desnutrição.

A depressão por acometer uma grande parte dos idosos, também é fator relevante na questão da desnutrição. Os sintomas depressivos estão relacionados com componentes emocionais e biológicos: aflição, apatia, baixa autoestima, perda da libido, distúrbio do sono, perda do apetite, entre outros. Este estado emocional depressivo pode levar à redução da ingestão alimentar de forma insidiosa, contribuindo para o aparecimento da desnutrição nesta população.

 

 

Sobre o Instituto Viva Bem

O Instituto Viva Bem é um centro de vivência de idosos. Ele representa um novo conceito em vivência social de idosos e principalmente de qualidade nos cuidados com idosos. Localizado em uma área nobre de Goiânia, disponibiliza aos seus hóspedes serviços de atendimento em consultório, centro-dia, reabilitação, hospedagem temporária e permanente, todos em um único local. Ainda conta com equipe multidisciplinar qualificada e apta para oferecer a seus usuários um atendimento individualizado e profissional.

 

Entre em contato e venha se surpreender!

Contato: (62) 3218-5034

WhatsApp: (62) 99615-2791

E-mail: [email protected]

Endereço: Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás.

Avalie esta postagem
Mostrar mais

Instituto Viva Bem

*Contato: (62) 3218-5034 *WhatsApp: (62) 9615-2791

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar